segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Posturas e imposturas jornalísticas

Sempre imaginei que o paraíso fosse uma espécie de livraria (Borges)
Olá aos que navegam neste mar,

Este breve (quase fugidio) post é só para socializar texto recém-publicado na Revista Em Questão, da UFRGS. Leiam, passem a vista, repassem, ignorem... Só não deixem de comentar!

O repórter e o jornalista cordial : Sobre posturas e (im)posturas no jornalismo

Adriana Santana

Resumo
Tomando a apuração jornalística como ponto-chave de análise, este artigo tem como propósito a delimitação e descrição do espaço que a investigação, a pesquisa, o apuro com a informação, ocupam no modus operandi jornalístico contemporâneo. De modo a visualizar o papel que o processo de investigação atua no ‘produto final’ do fazer jornalístico, optou-se como método a elaboração uma matriz de critérios que dimensionem a presença de elementos de apuração jornalística em textos noticiosos. Essa proposta analítica foi aplicada na avaliação de matérias efetivamente publicadas, trazendo como conclusões uma primeira tentativa de se identificar como os critérios de apuração são utilizados e, ainda, de que modo o uso ou descarte de alguns desses elementos podem contribuir à qualidade informativa do texto jornalístico.

2 comentários:

Brasil Empreende disse...

Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem de hoje: Jornalismo Globalizado: Um esforço alto a ser reconhecido. Aproveite pra participar das enquetes para escolher os protagonistas de 2009.
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.

Alfredo/Agência WD1 disse...

Parabéns pelo blog,muito bom.